sábado, 26 de setembro de 2009

Viver




Pensei no tempo e o perdi para o relógio que fugiu com os ponteiros. Passou dando “tchau”. Foi-se.

Pensei na vida e não me contentei com a pergunta que ficou sem resposta para me calar.

Pensei no amor e me frustrei. Abandonou-me. Na verdade, eu o abandonei por ser covarde. Por ser egoísta... O amor não nos abandona; nós o abandonamos por incompetência.

Pensei em ser criança e a responsabilidade de ter que ser “gente grande” puxou minha orelha e levou a vontade de andar de bicicleta.

Pensei em chorar, mas as lágrimas se negaram a continuar lavando o rosto pelo mesmo motivo calcificado que me esmaga o coração.

Pensei na morte que me sorriu cortando os dentes e querendo a alma assim que eu virasse as costas.

Pensei em fugir, mas a realidade me trouxe de volta para casa de roupa trocada.

Pensei no mundo lá fora e voltei pro quarto envergonhado do que vi.

Pensei nas oportunidades que deixei passar pelo medo e rasguei a raiva com as unhas.

Pensei nos amigos que perdi para aprender que vivemos pela metade sem eles.

Andei pensando nas coisas, mas dei um tempo no pensamento pra não perder a graça de viver.

Fui ali: viver.

Leandro Lima

8 comentários:

Caco disse...

Bem bonito.

Tainá disse...

muito bom!!!

Diego Borges disse...

è verdade, sem nossos amigos vivemos pela metade mas por mais que a responsabilidade de ser gente grande reclame , ela não terá forças suficientes pra me arrancar a vontade de andar de bicicleta.
Texto bem bacana !!!
Um abraço !!!!

ana.d.w disse...

Muito bom o texto Leandro:)

Maryama* disse...

Liiindo o texto, Leandro.
Adorei mesmo ;*

Sαbrinα disse...

Pensamento.Nosso melhor amigo.
Ás vezes eles nos dá a graça de sonhar e sonhar e ver a vida do jeito mais fácil. De repente ele nso acorda e nos dá o toque de realidade.
E ele sempre nos mostra que as coisas estao sempre mudando seja prum lado bom ou ruim. É a vida.
Às ta uma grande rotina e a gente sempre cansa da rotina,pensamos em fazer algo que gostamos todos os dias, às vezes só pensamos pois nem podemos, mas pensa, não viraria uma rotina depois de um certo tempo?
A gente tem que a penas viver,de vez enquando dá uma repaginada, levantar o astral. E olhar no espelho, fechar os olhos e dizer: OBRIGADA MEUS DEUS,POR MAIS UM DIA DE VIDA.

Beijo grande :*

B. disse...

Leaaaandro, muito lindo seu texto.... quero ser igual a vc quando crescer \o kkkkkk

meu msn: Bibia_shaman@msn.com


ah e meu nome é Bia :D kkkk

beijãao :)

http://pequenab.blogspot.com/

michely321@hotmail.com disse...

Já rasguei a raiva com a unha...mais só depois dela cortar com uma faca bastante afiada minha lucidez.
Vc tem uma forma única de escrever,detalhar padaços q ninguém mais vê.
Eu ñ me surpreendo mais,eu me rendo ao seu dom...com os olhos bem abertos pra ñ me perder nas entrelinas.