sábado, 19 de setembro de 2009

A Minha Saudade



Para quem ainda não sabe...


Minha saudade fala, resmunga e boceja. Minha saudade já beirou o desespero por não mais saber. Noites e noites acalentada em um sofá a esperar. Até arrisco dizer que são irmãs: saudade e solidão.

Minha saudade já quebrou o pescoço olhando o que não devia. Minha saudade bateu palmas quando não devia. Minha saudade é uma tristeza que me alegra no meio da conversa. Minha saudade já me deixou pedindo carona pra voltar pra casa. Minha saudade já fugiu de mim e voltou envergonhada do viu.

Minha saudade chora mostrando os dentes com um sorriso desmanchado. Minha saudade se vira sem mim para poder viver; eu, vivo depois.

Mas como esquecer o que não sai do coração? Como não sentir?

Minha saudade foi passear com a esperança e voltou com a desilusão na sacola (eu falei, ela não quis me ouvir!). Minha saudade custou caro: custou lágrimas, custou suspiros, custou minutos perdidos, sonhos cancelados, conversas cortadas, beijos extraviados...

Minha saudade acha que é esperta e se esconde embaixo da cama. Minha saudade alça voos bem altos sem sair do chão. Minha saudade tem nome de gente que já morreu e sequer eu conheci. Minha saudade é bicho de estimação. Minha saudade é “quem sabe um dia, de novo”. Minha saudade é um chiclete que ainda não perdeu o gosto doce.

Minha saudade carrega papel e caneta para não deixar o tempo apagar o que todo mundo faz questão de crucificar. Minha saudade coleciona fotos e beijos em uma caixinha de sapatos. Minha saudade é uma criança perdida na multidão. Minha saudade passou a existir antes mesmo de se desprender de você. Minha saudade ninguém conhece. Minha saudade é um prêmio sem vitória, sem final feliz, mas que conforta!

Minha saudade só sabe contar até três. Minha saudade é burra. Minha saudade mudou de endereço sem avisar. Minha saudade aperta sem abraçar e abraça para apertar mais. Minha saudade começa e termina em uma aventura que virou lembrança.

Minha saudade é uma gostosa loucura. Minha saudade é brasa. É um cheiro que não desgruda da pele. Não cessa. É uma contradição. É outro nome que eu dou para um troço chamado amor. Minha saudade é, ainda, uma forma meio torta de dizer “Eu ainda te amo!”.

Leandro Lima

14 comentários:

ana.d.w disse...

Essa saudade...

Patrícia disse...

...sem palavras...

Sαbrinα disse...

' Texto lindo demais.

Selinho pra você no meu blog :D

http://todainteressante.blogspot.com/2009/09/muito-mara.html

beeijoos ;♥

Caco disse...

Texto lindo. Cê escreve bem demais.

Geovana disse...

Saudade é isso mesmo... é uma forma simples de dizer "você continua sendo importante para mim, sinto sua falta, estou te esperando". Bjo.

Geovana disse...

Ah! a irmã da saudade pode até ser a solidão, mas o par perfeito é a esperança...

Patrícia disse...

Virei tua fã!

P! disse...

Nós somos todos feitos de várias saudades. Elas podem ser boas ou tristes. Mas são parte de nossas vidas, todos os dias. Lindo o texto!

Roberta Blá disse...

a saudade hoje está mais forte que o comum. Ela dói mas também me faz sorrir.
adorei o blog!!!
beeeijos

Luciana Guimarães disse...

Nossa! Mas quanta saudade! É uma saudade poética ou real? Olha... Se for real, dá um passo à frente, pois, com palavras tão lindas, em breve você vai escrever sobre a paixão. Se a saudade for poética, escreve mais, pois saudade dói e sobre tudo que dói o melhor remédio é falar... Bjs

Maryama* disse...

Essa saudade que tanto nos consome.
Lindo texto.

B. disse...

Perfeiiiiito, eu adoreiii esse trecho: 'Minha saudade foi passear com a esperança e voltou com a desilusão na sacola (eu falei, ela não quis me ouvir!). Minha saudade custou caro: custou lágrimas, custou suspiros, custou minutos perdidos, sonhos cancelados, conversas cortadas, beijos extraviados...'

beem minha caraa... parecee até q vc escrevee os textos p mim!!!! haha :D

lindos :)

beijãao :D

http://pequenab.blogspot.com/

michely321@hotmail.com disse...

Saudade é aquela que fica daquilo que ñ fica...Daquele que se deixa levar pra longe...De momentos que ñ podemos guardar sem disparar o coração,as vezes tão real que deixa um caminho de lágrimas...Seguido pelas lembraças mais queridas e saudades eternizadas na alma.

Blog da Nana disse...

Lindo, sem comentários, descreve exatamente o que sentimos quando sentimos falta de alguém!!!!!lindo!