quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Medo




Hoje senti certo medo. Aquele medo que esmurra a barriga. Aquele que te olha de cara feia e não volta pra tentar a história outra vez.

Medo é um cercadinho que te aprisiona na estupidez. Medo é quando a coragem teve preguiça de acontecer.

Perdemos muitas oportunidades quando o medo nos segura a mão.

Pensei em te conquistar, mas o medo da rejeição reinou sobre os meus ombros. As mãos suavam feito cachoeira e na minha mente eu já tinha perdido a linha da tua cintura.

Medo implica indecisão. Mas indecisão é algo que nos confunde só porque já sabemos o que queremos (gostaríamos de saber outra coisa).

Hesitei. Perdi o trem pela boca. As pernas estagnadas na tortura da impossibilidade. Fui burro.

Queria ser mais louco pra ser igual a você. Você, que tanto me mostrou a loucura...

Você, bem à minha frente e eu, congelado, perdi a pergunta pras mãos que fugiram pela porta de trás. Tentei encontrar outras maneiras de acenar pra você, mas todas acharam de entrar em pane justamente naquele momento.

“Medo”, “hesitar” e “se arrepender”... Exatamente nessa ordem!

Hoje sou um estranho. Não me reconheço na fala de um sorriso. Nem tenho reflexo no espelho (tenho medo de espelho), vejo uma imagem quase que parecida à minha – é a sua.

Um dia eu consigo me encontrar de novo. Sem medo. Sem você.


Leandro Lima

9 comentários:

ana.d.w disse...

"...Hoje sou um estranho. Não me reconheço na fala de um sorriso. Nem tenho reflexo no espelho (tenho medo de espelho), vejo uma imagem quase que parecida à minha – é a sua..."
Exatamente o que vejo, o que sinto. Esse medo também me persegue!

Belle disse...

Já disse August Cury : Medo é um sentimento que nos impulsiona para criarmos coragem e conseguirmos a realização de um sonho...
Por isso Leandro, se ache o mais rápido possível e enfrente seus temores, pois há uma vida completamente nova te esperando!!!
Bjosssssssss

P! disse...

Nossa, que coisa linda! Beijo!

clariinha.santana disse...

Quando vi o título do texto, não achei que seria tão 'apaixonante' ao ponto de me deixar com um sorrisinho no canto dos lábios... Coisa linda de se ler!

Patrícia disse...

Muito lindo...coisa boa de se ler!!! Parabéns!

Sαbrinα disse...

'voce escreve tão bem,deve ter um coração inundado de sentimentos, o que te faz um grande homem, e o medo.. ah, tenha certeza que ele é pequeno demais perto de você e seus sentimentos, o retire-o apague, e apenas lute pelo seu amor. Para essa luta ser ganha, sabe-se que não depende só de você, mas se ela não for ganha devido a isso, saiba que deve ter uma nova luta, com um premio pela vitoria bem melhor, do tamanho do seu coração.

Beijo Doce :*

anonimo_claxb disse...

Amei teu texto, sério mesmo.Muito bom, e as vezes também me sinto assim.

'Um dia eu consigo me encontrar de novo. Sem medo. Sem você.'-Perfeito!

Luciana Guimarães disse...

Ter medo acho normal, o probema é quando o medo paralisa nossas ações... Sou muito medrosa, porém, extremamente ousada, o que equilibra um pouco... Mas existem certas coisas, como os sentimentos, em que o medo me vence... ainda... Obrigada pela visita... Bjs

B. disse...

esse é muito perfeiiito, foi o que eu mais me identifiquei... leiooo ele toda horaa =O

amoo seus textoss :D

beijãao :)

http://pequenab.blogspot.com/