terça-feira, 11 de agosto de 2009

Desaprender



Leandro Lima

Mais um encontro descompromissado e sem significado esse fim de semana. Mais um que ficou no “até mais”. Mais um sem empolgação, sem admiração, sem o encanto, sem a vontade de olhar nos olhos do outro e se perder do mundo. A essas alturas do campeonato meu time perde feio pro ritmo das coisas do coração. Desaprendi! Desaprendi como é saber sentir-se importante. Desaprendi a cantar a mesma música durante todo o dia só porque me lembra alguém. Desaprendi a forma que as coisas têm quando se está apaixonado. Desaprendi a perder a conta no meio da noite por causa dos teus cabelos. Desaprendi a deixar de assistir TV pra te encontrar num sonho. Desaprendi a falar bobagens sinceras na frente do espelho. Desaprendi as cores que o mundo tinha ao te ver. Desaprendi a passar horas revendo fotos de nós dois. Desaprendi o caminho de casa. Desaprendi o gosto que você tinha quando olhava pra mim meio pretensiosa. Desaprendi o sabor do teu sorriso no meio do sossego. Desaprendi o brilho do teu olhar ao me chamar de “amor”. Desaprendi como era gostoso passear no quarteirão de mãos dadas quando nada se tinha pra fazer. Desaprendi a intensidade que tinha ir ao supermercado comprar uma lata de leite condensado no final da tarde de um domingo preguiçoso. Desaprendi a me ver fraco quando você chorava. Desaprendi a descontrolar as pernas ao estar ao teu lado. Desaprendi a graça das coisas que só você conseguia encontrar. Desaprendi o papel que escreveu a nossa história. Desaprendi todas as coisas que você achava importantes. Desaprendi a falar de você pra mim só pra não machucar. Desaprendi a acreditar nas pessoas que acreditavam em nós dois. Desaprendi o charme que você tinha ao brigar comigo. Desaprendi a beleza que existia nos teus olhos escuros. Desaprendi você. Só não aprendi o que é esquecer.

2 comentários:

Nati disse...

Quanta sensibilidade, adorei seu blog e saibas que eu torço p/ que tu encontre a 'mulher' que faça vc se perder do mundo ...
ahh prazer !!!
inté+

Virgínia disse...

Desaprendi também...